Hoje, quarta-feira, 23 de agosto de 2017

REFLEXÕES > O ANTÍDOTO DO MEDO

Quando o amor se faz acompanhar da fé e da esperança, encontramos a cura de todo e qualquer pavor existencial.


A cada dia aumenta o número das pessoas que me procuram para as sessões de terapia, com alto grau de ansiedade. 

Os dias estão agitados.

Ouvi meu irmão dizer certa vez: " O mundo caminha para um grande surto de síndrome do pânico".

É verdade. O pavor e o pânico assolam e se instalam na humanidade, como “espírito-inconsciente-coletivo“ e vão se estabelecendo, de maneira perceptível, como epidemia psicológica. 

Porém isto apenas sinaliza ou afirma que a fé e a esperança se esvaem em pequenas doses, como fruto da frieza do amor na terra. 

Um dia João, um dos seguidores de Jesus, disse que o verdadeiro amor lança fora todo o medo, hoje, porém, é o medo que tem lançado fora o amor.

Por isso tanto tormento!...(produto do medo).

Quanto menos entrega ao amor houver em nós, menos esperança, e menos fé encontraremos na terra.


O amor é o antídoto do medo, pois se faz sempre acompanhar da fé e da esperança, sendo a cura de todo e qualquer pavor existencial.

Quem ama - Acredita.
Quem ama - espera com paciência.
Quem ama - não teme.


Ana D´Araújo







www.anadaraujo.com.br

Voltar


Ana D´Araújo

Psicoterapia | Ana D´Araújo 2011
www.anadaraujo.com.br